Quando a última árvore tiver caído, o último rio tiver secado, quando o último peixe for pescado, vocês vão entender que o dinheiro não se come.

Greenpeace

I hope that God exist!

segunda-feira, 11 de março de 2013


finalmente terminado e emoldurado
acabei por escolher umas palavras de um poema de Pablo Neruda que me enviaram " Para que nada nos prenda....Para que não nos una nada", revejo-me nestas palavras

Para que não nos una nada
90X90cm (9X(30X30cm))
Acrílico s/tela

Sem comentários:

Enviar um comentário