Quando a última árvore tiver caído, o último rio tiver secado, quando o último peixe for pescado, vocês vão entender que o dinheiro não se come.

Greenpeace

I hope that God exist!

quarta-feira, 8 de dezembro de 2010

A ressurreição


A ressurreição, estudo colorido, Acrílico s/ papel,40x30cm, 2010
Exp Galeria Fátima Picado

Por veredas e caminhos


Por veredas e caminhos, Acrílico s/ tela,100x100cm, 2010
Exp Galeria Fátima Picado

O intruso


O intruso, estudo colorido, Acrílico s/ papel,30x40cm, 2010
Exp Galeria Fátima Picado

O rei


O rei, estudo colorido, Acrílico s/ papel,40x30cm 2010
Exp Galeria Fátima Picado

Na cama com o gato


Na cama com o gato, estudo colorido, Acrílico s/ papel,40x30cm, 2010
Exp Galeria Fátima Picado

Está um bicho na minha sala


Está um bicho na minha sala, estudo colorido, Acrílico s/ papel,30x40cm, 2010
Exp Galeria Fátima Picado

A oferenda




A oferenda, estudo colorido, Acrílico s/ papel,40x30cm, 2010
Exp Galeria Fátima Picado

A menina e o gato



A menina e o gato, estudo colorido, Acrílico s/ papel,40x30cm, 2010
Exp Galeria Fátima Picado

As gralhas e o galho



As gralhas e o galho, Acrílico s/ tela,100x100cm, 2010
Exp Galeria Fátima Picado

O anjo branco?



O anjo branco? Acrílico s/ tela, 100x70cm,2010
Exp Galeria Fátima Picado

A oração




A oração, Acrílico s/ papel,100x70cm, 2010
Exp Galeria Fátima Picado

O abrigo




O abrigo, Acrílico s/ papel,70x100cm, 2010
Exp Galeria Fátima Picado

A fé



A fé, estudo colorido, Acrílico s/ papel, 2010
Exp Galeria Fátima Picado

terça-feira, 12 de outubro de 2010

sexta-feira, 8 de outubro de 2010

O monarca




O monarca, Técnica mista sobre papel colado em tela, 140x100cm, 2010

Fábula de Esopo
as Rãs e Jupiter

As Rãs, no outro tempo, pediram a Júpiter que lhes desse rei, como tinham outros muitos animais. Riu-se Júpiter da ignorante petição, e deferindo a ela, lançou um madeiro no meio da lagoa. Começaram as Rãs a ter-lhe respeito, porém desde que entenderam que não era cousa viva, de novo tornaram a Júpiter pedindo rei. Agastado Júpiter da importunação, deu-lhes a Cegonha, que começou a comê-las uma a uma. Vendo elas esta crueldade, foram-se com queixas, e por remédio a Júpiter, mas ele as lançou de si, dizendo: – Andai para loucas: já que vos não contentastes do primeiro rei, sofrei este, que tanto me pedistes.

quarta-feira, 6 de outubro de 2010



O soberbo e o manhoso, técnica mista sobre papel colado em tela, 140x100cm

O Corvo apanhou um queijo, e com ele fugindo, se poisou sobre uma árvore. Viu-o a Raposa, e desejou de lhe comer o seu queijo: e pondo-se ao pé da árvore, começou a dizer ao Corvo: – Por certo que és formoso, e gentil-homem, e poucos pássaros há que... te ganhem. Tu és bem disposto e mui galante; se acertaras de saber cantar, nenhuma ave se comparará contigo. Soberbo o Corvo destes gabos e desejando de lhe parecer bem, levanta o pescoço para cantar; porém abrindo a boca, caiu-lhe o queijo. A Raposa o tomou e foi-se, ficando o Corvo faminto e corrido de sua própria ignorância.

sexta-feira, 24 de setembro de 2010

A paixão


homenagem a Frida, que tanto gosto
A paixão, Acrílico sobre papel colado em tela, 100x70cm, 2010

sábado, 18 de setembro de 2010

O livro de Frida



O livro de Frida, Acrílico sobre papel colado me tela, 100x122cm, 2010

quinta-feira, 9 de setembro de 2010



Os mascarados, Acrílico sobre papel colado em tela, 125x90cm, 2010

segunda-feira, 6 de setembro de 2010

O repouso




O repouso, Técnica mista sobre papel, 120x80cm, 2010

quinta-feira, 2 de setembro de 2010

A emboscada




A emboscada, Técnica mista sobre papel, 90x140cm, 2010

segunda-feira, 30 de agosto de 2010




A muralha, Acrílico sobre papel, 70x110cm, 2010

sexta-feira, 27 de agosto de 2010

O velho, a menina e o cão faminto




O velho, a menina e o cão faminto, Acrílico sobre papel, 70x110cm,2010

quinta-feira, 26 de agosto de 2010

O intruso




O intruso, Acrílico sobre papel, 100x140cm, 2010

O espião




O espião, Acrílico sobre papel, 56x76cm, 2010

terça-feira, 24 de agosto de 2010

Acordei e não sei onde estou




Acordei e não sei onde estou, Acrílico em papel colado em tela, 80x60cm, 2010

O vestido de Frida Kahlo



O vestido de Frida Kahlo, Acrílico em papel sobre tela, 100x100cm, 2010

A saia de palha



A saia de palha, Acrílico sobre papel colado em tela, 120x90cm, 2010

segunda-feira, 23 de agosto de 2010

Está um bicho na minha sala



Está um bicho na minha sala, 95x140cm, Acrílico em papel colado em tela, 2010

segunda-feira, 26 de julho de 2010



A menina loura com o gato branco, Acrílico sobre papel contra colado em tela, 60x60cm, 2010

colecção particular, uma encomenda

segunda-feira, 19 de julho de 2010

As gémeas




As gémeas, Acrílico sobre papel, 90x120cm, 2010

As gémeas foram ao fotografo da aldeia tirar uma fotografia, talvez ele a ponha numa bonita moldura dourada na montra da loja e quem sabe um dos rapazes na terra se apaixone por uma delas

terça-feira, 22 de junho de 2010

Cuidado minha filha, não dês conversa a ninguém



Tem cuidado minha filha, não dês conversa a ninguém, Acrílico sobre papel, 70x100, 2010

Havia uma mata magnífica, ficava mesmo atrás da casa da menina, era tão bonita e tão calma que todas as crianças achavam o local ideal para brincar. Alguns sabiam que aquela beleza escondia o perigo, antes vivenciado por outros e outras meninas. Era como a história do Capuchinho, havia um lobo mau que se fazia passar por um inocente brincalhão e .... Zás
Cuidado minha filha, não dês conversa a ninguém!

segunda-feira, 14 de junho de 2010

O Coelho mimado



O coelho mimado, 70x100cm, Acrílico sobre papel

A menina queria à força que o seu Coelho, chamado Miguel, fosse o Coelho da Alice no país das maravilhas. O bicho não passava de um mimado que largava caganitas pelos cantos da casa e devastava todos os fios eléctricos que estavam ao seu alcance, era só o que ele fazia todo o santo dia, mas ela esperava que ele lhe indicasse o caminho para o mundo dos sonhos.

exposição




também vão estar nesta exposição colectiva outros 4 trabalhos dos bichos

exposição




Vou participar com 4 trabalhos nesta colectiva

segunda-feira, 31 de maio de 2010



Ensaio no circo, Acrílico sobre papel, 70x100cm, 2010

quinta-feira, 27 de maio de 2010

Sentada na cama com os gatos



Sentada na cama com os gatos, Acrílico sobre papel, 70x100cm, 2010
Colecção particular

pormenor



Pormenor de:
Sentada na cama com os gatos

terça-feira, 11 de maio de 2010

A menina e o gato




A menina e o gato, Acrílico sobre papel, 2010

domingo, 25 de abril de 2010

sábado, 24 de abril de 2010

A menina árvore



A menina árvore, Acrílico sobre papel, 50x70cm, 2010
Colecção particular

Um dia a menina acordou e dos seus cabelos nasceram galhos e ramos, num abrir e fechar de olhos formou-se uma grande e pesada árvore, nela havia uma dezena de ninhos, aqueles que em tempos passados ela inocentemente destruía.
A sua curiosidade de criança levava-a a subir às árvores e com as suas pequenas mãos partir á descoberta dos frágeis ninhos, sem saber ela tinha impedido de muitas aves se lançarem nos prazeres do voo porque interrompera as suas vidas ainda dentro do ovo. Como castigo, agora, tinha que suportar o peso de uma velha árvore carregada de ovos e os seus pequenos braços não conseguiam alcança-los.

quarta-feira, 21 de abril de 2010

Depois da escola vou aos ninhos




Depois da escola vou aos ninhos, Acrílico sobre papel, 50x70cm, 2010
Colecção particular

Este trabalho surgiu de um pedido de uma encomenda, a sra recorda da sua infância a ida aos ninhos , largava a sacola e subia à árvore
Baseei-me na virgem de Dieric Boults e retratei a menina depois da acção, segura o ninho entre as mãos enquanto o casal de pássaros procura os seus filhos. A inocência está retratada pela virgem e pela expressão tranquila das suas mãos, o seu olhar é terno e diz-nos que não vai fazer mal aos pobres bichos.
Esta menina mostra-nos que há má acções que podem vir quem ama e quer cuidar

sábado, 17 de abril de 2010

-Quero eu! Quero eu! - Deus me livre, dizem por aí que tens mau feitío!



-Quero eu! Quero eu!
-Deus me livre, dizem por aí tens mau feitío
Acrílico sobre papel, 70x100cm, 2010

Retrato



Retrato Núria, Acríçico sobre papel, 50x70cm, 2010
Colecção particular

bolas! depois de o ver no formato digital é que reparei em alguns erros. vou assumi-los. é tb aqui que reside a diferença entre a fotografia e a pintura

segunda-feira, 12 de abril de 2010

-quero eu! quero eu! - tu não. tens umas hastes muito grandes e não consegues entrar em minha casa



-Quero eu! quero eu!
- Tu não. tens umas hastes muito grandes e não consegues entrar em minha casa
Acrílico sobre papel, 70x100cm, 2010

Este trabalho faz parte do grupo de trabalhos da história da Carochinha

terça-feira, 6 de abril de 2010

-quero eu! quero eu. - contigo não! fazes muito barulho de madrugada




-quero eu! quero eu!
-Contigo não, fazes muito barulho de madrugada
acrílico sobre papel, 70x100cm, 2010

quarta-feira, 24 de março de 2010

A Carochinha



A Carochinha, Acrílico sobre papel, 70x100cm, 2010
Clecção particular

Quem quer casar com a Carochina?




Quem quer casar com a Carochihina, Acrílico sobre papel, 70x100cm, 2010
Comecei a desenvolver uma série de trabalhos baseados na história que todos conhecem " A Carochinha"

sexta-feira, 19 de março de 2010




pormenor de " O quadro do Gato"

O quadro do gato




O quadro do Gato, Acrílico sobre papel, 70x100cm, 2010

Numa sala onde a D. Alice tinha por hábito beber o chá na companhia das suas velhas amigas havia um quadro muito antigo, não se sabia há quantos anos ele tinha sido pintado, a Alice vivia nesta casa desde a sua tenra idade e agora já passava dos 80 anos e sempre se recorda de ver este retrato do Gato.
Na casa também havia um casal de Piriquitos barulhentos, era uma forma de cortar de vez o silêncio de longas horas de solidão, o que ela nunca se apercebera é que eles viviam apavorados que o gato saísse da tela num salto veloz e fizesse deles os bolinhos para acompanhar o chá.