Quando a última árvore tiver caído, o último rio tiver secado, quando o último peixe for pescado, vocês vão entender que o dinheiro não se come.

Greenpeace

I hope that God exist!

sábado, 24 de abril de 2010

A menina árvore



A menina árvore, Acrílico sobre papel, 50x70cm, 2010
Colecção particular

Um dia a menina acordou e dos seus cabelos nasceram galhos e ramos, num abrir e fechar de olhos formou-se uma grande e pesada árvore, nela havia uma dezena de ninhos, aqueles que em tempos passados ela inocentemente destruía.
A sua curiosidade de criança levava-a a subir às árvores e com as suas pequenas mãos partir á descoberta dos frágeis ninhos, sem saber ela tinha impedido de muitas aves se lançarem nos prazeres do voo porque interrompera as suas vidas ainda dentro do ovo. Como castigo, agora, tinha que suportar o peso de uma velha árvore carregada de ovos e os seus pequenos braços não conseguiam alcança-los.

1 comentário:

  1. Está um verdadeiro espétaculo , como tu Girafa !!!!!!
    Gostei Muito

    ResponderEliminar