Quando a última árvore tiver caído, o último rio tiver secado, quando o último peixe for pescado, vocês vão entender que o dinheiro não se come.

Greenpeace

I hope that God exist!

domingo, 17 de janeiro de 2010



A cair no conto do vigário, Acrílico sobre papel, 70x100cm, 2009
Pintura de Ana Cristina Dias

Sempre que a Cegonha ia encontrar-se com o seu amante fazia-se acompanhar da sua irmã mais nova, embora a idade entre ambas fosse diferente a inocência e a ingenuidade era exactamente igual. Enquanto a Cegonha se entregava de corpo e alma ao seu amante este seduzia a sua mana . Mal ela sabia que estavam a cair "na boca do lobo".

3 comentários:

  1. Querida Ana , parabens'.Como sempre , boa e original pintura de k gosto muito.
    Fiquei encantada com as esto'rias desconhecia.Sao~ suas ou populares?
    Agora e' so' pintar e pintar para fluidificar.
    Estarei ai' nos princi'pios de Abril e entao~ falaremos.Beijinho.maria fernanda paes moreira

    ResponderEliminar
  2. Olá Ana Cristina,

    Nada como realizar o sonho prioritário. Também estou a chegar à mesma conclusão com a minha linguagem preferencial — chega 1 altura que não dá + para adiar. Se não for por iniciativa própria, a Vida encarrega-se de dar o "empurrão"...

    Gosto muito da sua pintura/fábula! Parabéns!!!

    Um 2010 Feliz para si e Família!

    Deixo-lhe 1 poema:

    PULSAR

    Abri as asas
    e voei
    ao mais elevado
    de mim
    do amplo horizonte
    vejo a beleza
    da luz sem fim
    na vastidão
    do infinito
    nada consegue
    afectar
    a pureza
    do coraçao
    e o amor
    do seu pulsar


    Maria (Rosário) Hespanha

    ResponderEliminar
  3. Bem obrigado pelo comentario a serio, realmente tenho imenso receio sobre essa questão de ter um estilo, se o perderei, se o ganharei, tudo mais, tenho imenso q aprender ainda :o

    Espero então ver mais trabalhos aqi pq realmente são mt bons *.*

    ResponderEliminar