Quando a última árvore tiver caído, o último rio tiver secado, quando o último peixe for pescado, vocês vão entender que o dinheiro não se come.

Greenpeace

I hope that God exist!

quinta-feira, 21 de janeiro de 2010



Pintura de Ana Cristina Dias
Sem retorno, Acrílico sobre papel, 100x70cm, 2010

Todos os dias pela mesma hora o sr Veado corria pelo planalto, debaixo de sol ou chuva, sabe-se lá porquê! comentavam os outros, mas sempre habituados à sua presença ofegante e rotineira. Pendurado ao pescoço estava um grande coração dourado, diziam que tinha vindo de um lugar longínquo, trazido por uma bela fêmea que veio lá dos lados do Minho, nenhum bicho do planalto sabia onde ficava tal terra. o sr Veado farejava o ar em busca da dona daquele coração ainda não compreendia que existem coisas nesta vida que não têm retorno.

3 comentários:

  1. Adorei o pormenor do colar, é tipicamente portugues mesmo :D, grande expressão, grandes linhas, belas cores de fundo

    ResponderEliminar
  2. Cristina,

    Chego ao seu blog através do blog JRonson e estou fascinado com este, mesmo sendo jovem - o blog -.

    Bela arte, vejo em ti uma expressão altamente pictórica da realidade condensada numa espécie de um folclore próprio.

    Sinceramente, amei seu blog, e seu galo e cabra me encantam extremamente!

    Beijo


    Rafa

    ResponderEliminar
  3. Confesso que nao sabia, mas obrigado por me avisar, a partir de agora quando postar os meus desenhos terei em conta isso :)

    ResponderEliminar